Rede Cidade Digital, O que é Cidade Digital? Como funciona uma Cidade Digital? Como implementar Cidades Digitais? Lista das Cidades Digitais, Mapa das Cidades Digitais, Benefícios de uma Cidade Digital, Programa de Cidades Digitais do Governo Federal

Rede Cidade Digital - Morador de São Paulo poderá sugerir áreas para receber Wi-Fi grátis
Morador de São Paulo poderá sugerir áreas para receber Wi-Fi grátis

23/11/2015 09:43h

Morador de São Paulo poderá sugerir áreas para receber Wi-Fi grátis

Programa WiFi Livre SP será ampliado em parceria com iniciativa privada. Capital paulista possui 120 espaços públicos com internet de banda larga.

Praça Dom José Gaspar, no Centro de SP, é um dos 120
pontos com internet (Foto: Roney Domingos/ G1)

Após instalar internet grátis em 120 praças e áreas públicas de São Paulo, o prefeito Fernando Haddad (PT) irá expandir o programa em parceria com a iniciativa privada. A consulta pública foi lançada na última quarta-feira (18) e a novidade é que o morador da capital poderá escolher os locais para a instalação da internet em alta velocidade.

Quem quiser sugerir um local para adesão ao programa WiFi Livre SP deverá enviar uma proposta à Secretaria Municipal de Serviços indicando o endereço do local sugerido, foto da área e uma descrição do motivo da escolha do ponto.

A sugestão será feita através de um formulário. O munícipe também poderá opinar sobre o mobiliário urbano, equipamentos de ginástica e de lazer para recreação, além de espaços destinados para recargas de celulares. Também será possível apoiar a proposta enviada por outra pessoa.

O fornecimento do sinal nos espaços públicos pela iniciativa privada será feito através de um acordo com a administração pública. Em troca do serviço, as empresas querem fazer propaganda nos locais em que investe, já que a Lei Cidade Limpa restringiu os locais de publicidade na cidade.

A consulta pública ficará aberta pelo período de 45 dias e estará disponível no site gestaourbana.prefeitura.sp.gov.br/wifi.

Programa

A oferta de internet sem fio foi um dos compromissos de campanha do prefeito Fernando Haddad (PT) durante o período eleitoral. No Plano de Metas apresentado por Haddad constavam 42 praças (10 locais no Centro + 1 área por subprefeitura). O número foi ampliado posteriormente para 120 lugares.

O programa tem como objetivo tornar a internet banda larga acessível ao usuário, em locais públicos de grande circulação de pessoas, como praças e parques, além de promover a ocupação desses espaços.

Cada um dos 96 distritos da cidade tem pelo menos um ponto com Wi-Fi. Os 120 pontos existentes estão distribuídos 23 na região Central, 18 na Zona Norte, 36 na Zona Leste, 28 na Zona Sul e 15 na Zona Oeste.

De acordo com a Prefeitura, a velocidade média de conexão por usuário é de 512 kbps, para downloads e uploads. A medição de estabilidade e velocidade das redes está disponível na internet.

Qualquer munícipe pode se conectar desde que possua um aparelho compatível com o padrão Wi-Fi. Não é preciso ter cadastro para navegar

(Via G1)