Rede Cidade Digital, O que é Cidade Digital? Como funciona uma Cidade Digital? Como implementar Cidades Digitais? Lista das Cidades Digitais, Mapa das Cidades Digitais, Benefícios de uma Cidade Digital, Programa de Cidades Digitais do Governo Federal

Rede Cidade Digital - Edital de ampliação do Wifi Livre SP entrará em consulta em fevereiro
Edital de ampliação do Wifi Livre SP entrará em consulta em fevereiro

27/01/2016 09:00h

Edital de ampliação do Wifi Livre SP entrará em consulta em fevereiro

Segundo o coordenador de conectividade da prefeitura, texto receberá comentários por 15 dias e irá prever novos modelos de negócio.

Atualmente São Paulo conta com 120 pontos de
distribuição do sinal gratuito de internet

A prefeitura de São Paulo pretende colocar a minuta do edital de licitação da segunda fase do programa WiFi Livre SP em consulta pública até 15 de fevereiro. A iniciativa instala pontos de acesso sem fio em locais de grande movimento da cidade. O texto trará mudanças no programa, que passa a depender menos de repasses públicos, permitindo às empresas rentabilizar sobre a oferta do acesso gratuito à internet. O modelo de negócio permitido será revelado na abertura da consulta.

Não devem mudar as 120 praças hoje em operação, cujo acesso é todo bancado pela prefeitura – custou cerca de R$ 45 milhões para três anos de funcionamento. Pelo menos mais um ponto de acesso será feito em cada subprefeitura da cidade. Ou seja, ao final, haveria no mínimo 152 praças digitais.

Os contratos preveriam mais do que o acesso gratuito sem fio, atualmente de 512 Kpbs mínimo por usuário. As empresas deverão fazer intervenções urbanísticas nas regiões que vão receber os links. O texto vai ficar em consulta por 15 dias. Depois de ajustada conforme os comentários, a licitação deve acontece ainda neste semestre.

Entre novembro de 2015 e janeiro deste ano, a prefeitura já havia feito uma consulta pública sobre quais modelos de negócios e praças deverão ser objeto do edital. O material foi reunido e avaliado para orientar a redação do minuta que será apresentada mês que vem.

Fablabs

João Casino, coordenador de conectividade da prefeitura de São Paulo, falou à imprensa hoje, 26, durante a abertura da Campus Party, evento que acontecem no Anhembi até domingo, 31. Na ocasião, ele deu cifras sobre outra iniciativa de inclusão digital, o Fablab. Este projeto prevê a construção de 12 fablabs na periferia da cidade. Segundo Casino, quatro já foram entregues e estão funcionando. Os outros serão inaugurados até 10 de março.

Um fablab é um laboratório de fabricação digital. Dispõe de equipamentos como fresadoras e impressoras 3D para experimentação gratuita e formação de jovens. Segundo ele, o projeto todo custou cerca de R$ 4,2 milhões. Metade dos custos foi destinada à aquisição de equipamentos, já concluída, e a outra metade a insumos e mão-de-obra.

(Via Telesintese)