Rede Cidade Digital, O que é Cidade Digital? Como funciona uma Cidade Digital? Como implementar Cidades Digitais? Lista das Cidades Digitais, Mapa das Cidades Digitais, Benefícios de uma Cidade Digital, Programa de Cidades Digitais do Governo Federal

Rede Cidade Digital - Sede do 1º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais, Bento Gonçalves economiza mais de R$1 milhão com tecnologia
Sede do 1º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais, Bento Gonçalves economiza mais de R$1 milhão com tecnologia

Por Sharlene Sarti em 14/07/2017 14:25h

Sede do 1º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais, Bento Gonçalves economiza mais de R$1 milhão com tecnologia

Capital do Vinho e um dos principais pontos turísticos do Estado, município recebe em agosto gestores para tratar de inovação e desenvolvimento por meio de investimentos em TIC

Não é somente o retorno em eficiência que os municípios tecnológicos atingem. A economia nas cidades digitais começa a aparecer já na implantação da infraestrutura de rede, que interliga os prédios públicos, seja via rádio ou fibra óptica, e na conta de telefone e contratação de link de internet das Prefeituras.

Sede do 1º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais, Bento Gonçalves já economizou mais R$1 milhão com a informatização de processos e demais serviços de telecomunicações, de acordo com o diretor de TI, Roberto Carraro. Os dados mostram que somente com a adoção de ramais e implantação da telefonia voip, o município gastou em 2016 pouco mais de R$133 mil contra mais de R$440 mil pagos em 2012.

A conta também reduziu, por exemplo, na contratação de softwares de gerenciamento, uma média de R$700 mil a menos no período comparado. Carraro atribui parte da diminuição dos valores pelo desenvolvimento interno de sistemas. Foram 35 programas criados, entre eles para o Procon da cidade e para o controle de frotas, cadastro na área de esportes, ouvidoria web, entre outros.

Além da economia, o diretor ressalta os impactos positivos no atendimento aos cidadãos e controles de gestão, havendo em Bento Gonçalves como característica positiva a Coordenadoria de Tecnologia, Comunicação e Informação (CTEC), criada em 2013, atuando alinhada com as Secretarias e no desenvolvimento de políticas públicas do município. A CTEC está vinculada diretamente ao gabinete do Prefeito Guilherme Pasin.

Infraestrutura – O Bento Gonçalves Conectada, que já coleciona prêmios e reconhecimento pelos investimentos em tecnologia, possui uma infovia com 220 km de fibra óptica integrando secretarias, postos de saúde, escolas e demais órgãos públicos. Atualmente, por meio do projeto são disponibilizados sete pontos de wi-fi gratuito na cidade. Já o sistema de monitoramento é composto por 33 câmeras de segurança.

O município de 114 mil habitantes, localizado na Serra Gaúcha, a 120 km da capital, figura entre as 10 maiores economias do Rio Grande do Sul. A cidade é a maior produtora de uva do Rio Grande do Sul e o maior produtor de vinhos e derivados de uva do Brasil. No setor de turismo, que movimenta milhões na economia local, a tecnologia também está presente. Totens interativos e aplicativos trazem informações da cidade para os visitantes. “É um caminho que não tem mais volta. A tecnologia está presente em todas as áreas da administração pública”, observou o diretor de TI.

Conforme dados divulgados pela Secretaria Municipal de Turismo, o município recebeu em 2016 mais de 1,3 milhão de visitantes nos roteiros turísticos. Já um estudo elaborado pelo Observatório de Turismo RS aponta que na medição de impacto do ISSQN na atração turística, quase R$2.5 milhões foram arrecadados no município em 2016 por meio do setor.

Congresso – O 1º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais, que será realizado dias 10 e 11 de agosto de Bento Gonçalves, por meio de uma parceria entre a Prefeitura Municipal e a Rede Cidade Digital (RCD), irá reunir prefeitos, gestores e vereadores para tratar de inovação e como os municípios podem investir em tecnologia para melhorar os serviços públicos. As inscrições são gratuitas para servidores públicos e podem ser feitas pelo http://congressors.redecidadedigital.com.br. “O Congresso é grande oportunidade para os servidores, demais interessados e gestores da região para conhecer outros modelos e o que está sendo feito nos municípios”, afirmou o diretor de TI de Bento Gonçalves.

O diretor da RCD, José Marinho, acrescenta que o objetivo do evento é promover a troca de experiências e estimular o desenvolvimento dos municípios do Estado por meio de investimentos em tecnologia. “Trata-se de um evento que propõe levar conhecimento sobre a importância das cidades digitais e inteligentes para os pequenos e médios municípios, apresentando iniciativas e proporcionando ainda essa aproximação com o mercado interessado em levar conectividade e soluções para essas localidades”, frisa Marinho.

A programação envolve casos de sucesso, políticas públicas e soluções de mercado. O 1º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais tem o patrocínio master da ENW, prata da Lema Tecnologia e ouro da Exati Tecnologia. A iniciativa tem o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, das Associações de Municípios da Encosta Superior do Nordeste (AMESNE), Região Celeiro (AMUCELEIRO), Turismo da Serra (AMSERRA), Zona de Produção Rio Grande do Sul (AMZOP), Alto Uruguai (AMAU), Vale do Rio dos Sinos (AMVRS) e Associação dos Municípios do Planalto (AMPLA), além da Associação Brasileira de Empresas de Soluções de Telecomunicações e Informática (ABEPREST), Associação Brasileira de Internet (Abranet) e do Hotel Vinocap.

Serviço

1º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais
Bento Gonçalves, 10 e 11 de agosto
Inscrições gratuitas para servidores públicos
http://congressors.redecidadedigital.com.br