Rede Cidade Digital, O que é Cidade Digital? Como funciona uma Cidade Digital? Como implementar Cidades Digitais? Lista das Cidades Digitais, Mapa das Cidades Digitais, Benefícios de uma Cidade Digital, Programa de Cidades Digitais do Governo Federal

Rede Cidade Digital - Mais de mil araponguenses têm internet de graça
Mais de mil araponguenses têm internet de graça

07/12/2017 15:41h

Mais de mil araponguenses têm internet de graça

Para garantir internet livre, nove torres e pouco mais de 70 pontos de distribuição de sinal de foram instalados pela cidade

Após dois meses de implantação, o projeto “Cidade Digital”, da Prefeitura de Arapongas (PR), já leva internet gratuitamente para 1060 usuários da área central e zona rural do município. O fiscal de obras Alex José, 33 anos, por exemplo, aproveita o horário de almoço para assistir aos vídeos de um curso à distância em gestão pública em que ele está matriculado. “Antes eu não tinha Wi-Fi no ambiente de trabalho e ficava ocioso nesses horários vagos. O projeto facilitou demais, não só para mim, mas para todas as pessoas que precisam do sinal para estudar ou trabalhar”.

Alex, que é de Apucarana, mas trabalha em Arapongas, elogiou a eficiência do cadastro e a rapidez da internet. “Eu entrei no site e me cadastrei. Em menos de dois dias recebi no meu e-mail, o login e a senha. O sinal é muito bom e tem uma boa velocidade. Que bom que as pessoas que não têm condições também terão acesso à internet”, explica. Diariamente, segundo Tiago Valladão, diretor de Tecnologia de Informática (TI) da prefeitura, a equipe recebe, em média, 20 solicitações de cadastros.

“É gratificante, pois conseguimos atender a população mais carente, que não teria condições de contratar um plano de internet nessas regiões. São pessoas que não teriam condições e que estão tendo essa oportunidade”. A Prefeitura de Arapongas inaugurou o projeto em outubro deste ano e, ao todo, 72% da cidade vem sendo contemplada com sinal de Wi-Fi gratuito nesta primeira etapa do programa.

“Cidade Digital”, que além de interligar todos os setores da administração pública, prevê acesso gratuito à internet, em locais públicos, como parques, praças, prédios públicos, unidades de saúde e escolas municipais. Os analistas de TI, Vagner Mantovani e Moisés Galian são os idealizadores do projeto que teve o ponto de partida em 2011, após uma licitação do Ministério da Tecnologia.

“Existem diversas maneiras de implantar a tecnologia digital e a gente achou mais interessante o Wi-Fi público pela praticidade”, conta Vagner.

Para garantir internet livre, nove torres e pouco mais de 70 pontos de distribuição de sinal de foram instalados pela cidade. Ao todo, R$ 6,9 milhões foram investidos no projeto. A previsão de fornecimento do login e senha de acesso é de três dias úteis, a partir da entrada do protocolo do termo de adesão. Um mapa com os pontos de acesso e demais informações de cadastro podem ser acessados no link do programa. “A gente percebeu que ainda que o uso ainda está tímido, pois as pessoas cadastradas ainda não estão usufruindo totalmente do recurso. Porém, é um número bom de pessoas e esse quadro deve mudar em breve”.

Via Tribuna do Norte