Rede Cidade Digital, O que é Cidade Digital? Como funciona uma Cidade Digital? Como implementar Cidades Digitais? Lista das Cidades Digitais, Mapa das Cidades Digitais, Benefícios de uma Cidade Digital, Programa de Cidades Digitais do Governo Federal

Rede Cidade Digital - Aplicativo promete combater roubos e furtos de celulares na Paraíba
Aplicativo promete combater roubos e furtos de celulares na Paraíba

14/03/2018 13:29h

Aplicativo promete combater roubos e furtos de celulares na Paraíba

Ferramenta foi desenvolvida pela Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (Codata).

Um aplicativo que promete combater o roubo e furto de celulares na Paraíba foi desenvolvido pela Companhia de Processamento de Dados do Estado (Codata) e já conta com mais de 1,3 mil aparelhos cadastrados. A ferramenta Celular Seguro, do Portal da Cidadania, possibilita que a polícia tenha condições de verificar a situação de qualquer celular, desde que esteja cadastrado, auxiliando na recuperação dos aparelhos roubados, furtados ou perdidos.

Para ter acesso ao dispositivo, basta o usuário acessar o site do Portal da Cidadania e fazer o cadastro, que pode ser realizado com veiculação da conta nas redes sociais. Em seguida, é preciso ir até a aba Celular Seguro e cadastrar o aparelho. A ferramenta está disponível tanto na web quanto por aplicativo.

Para aparelhos com sistema Android, a identificação (IMEI) é salva automaticamente, mas é necessário fazer o cadastro para que o dono seja localizado, em caso de roubo ou perda. Uma das formas de descobrir o IMEI do aparelho é digitando o código *#06# . No sistema IOS essa identificação também pode ser localizada nas configurações do sistema.

De acordo com o coordenador de Tecnologia da Informação (TI) da Polícia Militar, capitão Luís Pantaleão, à medida que a ferramenta Celular Seguro for sendo utilizada pela população, desestimulará o comércio de celulares roubados na Paraíba. “O principal motivo para o roubo de celulares é o comércio informal. Esse aplicativo vai dar condições de a população verificar a situação de qualquer aparelho, por meio do aplicativo, antes de efetuar a compra, evitando o crime de receptação”, disse.

Via: G1