Rede Cidade Digital, O que é Cidade Digital? Como funciona uma Cidade Digital? Como implementar Cidades Digitais? Lista das Cidades Digitais, Mapa das Cidades Digitais, Benefícios de uma Cidade Digital, Programa de Cidades Digitais do Governo Federal

pornos Rede Cidade Digital - Fórum de Cidades Digitais em Feira de Santana reúne mais de 30 municípios
Fórum de Cidades Digitais em Feira de Santana reúne mais de 30 municípios

Por Sharlene Sarti em 22/03/2018 17:08h

Fórum de Cidades Digitais em Feira de Santana reúne mais de 30 municípios

Conectividade é decisiva para melhor oferta da serviços públicos e desenvolvimento da região

Gestores de mais de 30 municípios participaram nesta quinta-feira (22) em Feira de Santana da primeira edição do Fórum de Cidades Digitais voltado para a região para tratar de desenvolvimento através investimentos nas Tecnologias da Informação e Comunicação. São ferramentas para dar acesso à informação com maior rapidez à população e tornar as localidades melhores para se empreender.

Estudo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) mostra que a cada 10% investido em banda larga se resulta em um aumento médio de 3,2% no Produto Interno Bruto (PIB) de um país. E segundo o coordenador geral de Infraestrutura Tecnológica da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado, Grinaldo Lopes de Oliveira, o desafio é justamente aumentar a conectividade nos municípios do Estado.

Os números da Anatel apontam que a Bahia é oitavo no país em consumo de internet, mas o 24º em distribuição, ou seja, o sinal não chega nas cidades pequenas e áreas mais afastadas na zona rural. “Nós enxergamos os provedores de internet como importante agente na capilarização da rede e interiorização para baixar os custos”, disse o coordenador, destacando que a agenda de ações do Governo do Estado inclui a necessidade de criar incentivos para o setor.

Em termos de políticas estaduais, Oliveira destaca que por meio do Conecta Bahia, que inclui uma rede em fibra óptica para dar uma opção de conexão de alta qualidade em 24 municípios selecionados estrategicamente.

Na contramão dos índices, o Feira Digital, programa desenvolvido pela Prefeitura de Feira de Santana, é referência na região do centro-norte baiano, com uma infraestrutura de 30 km de fibra óptica que conecta 487 unidades públicas e leva internet gratuita, de até 3MB, em 89 pontos da cidade.

O prefeito José Ronaldo explica que a meta era disponibilizar uma rede com alta disponibilidade que chegasse até o ponto mais distante da área urbana. “Estamos com 100% das escolas conectadas e concluindo a rede da Saúde. É um investimento muito importante, pois a sociedade cobra isso dos governantes para ter uma boa comunicação e acessibilidade. Um encontro como esse ajuda as pessoas a debater e tomar conhecimento dessas novas criações da área. A presença muito grande de municípios mostra o acerto do evento e que daqui as pessoas tirem bons dividendos para implantar nas suas cidades”, ressaltou o prefeito de Feira de Santana sobre o Fórum promovido pela Prefeitura em parceria com a Rede Cidade Digital (RCD).

No cenário nacional, 33 municípios baianos estão inseridos no programa de cidades digitais desenvolvido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) para receber uma rede integrada de conexão. O assessor técnico da Secretaria de Telecomunicações do Departamento de Inclusão Digital do MCTIC, Luís Ramos, lembra que não basta apenas levar infraestrutura, mas os projetos precisam incluir servidores e cidadãos na proposta. “Fazendo com que eles possam se apropriar dessa tecnologia que vem transformando a economia. Por isso é importante que todos estejam aptos a fazer parte desse processo”, analisa.

Outra necessidade das Prefeituras, aponta a gerente da Unidade de Ambiente de Negócios do Sebrae-BA, Cecília Miranda, é pautar os projetos de cidade digital nos pequenos negócios. “O desafio é fazer que a gente consiga com o digital deixar o recurso no município e o pequeno negócio valoriza o local, pois tem a característica de pertencimento”, observa Cecília.

Investimentos - Dos 24 municípios que integram a região de Feira de Santana, 84% dos prefeitos incluíram propostas de tecnologia para a otimizar algum setor da área pública, conforme levantamento feito pela Rede Cidade Digital.

Foram 90 propostas, ao todo, citadas como meta de governo, com destaque para Educação (25%), seguida de iniciativas voltadas para Saúde (20%) e Segurança (13%). “Em função dessa demanda social, os prefeitos estão incluindo o uso de tecnologia. Essa área será responsável pela busca de soluções que todas as Secretarias precisam. O setor de TIC tem que parar com a história de ser tratado como um puxadinho dentro das organizações, já que irá trazer soluções para oferecer melhores serviços, daquilo que irá impactar positivamente na gestão púbica, seja na arrecadação, economia, inclusão digital. Mas tudo isso só irá funcionar se houver conectividade”

O I Fórum de Cidades Digitais da Região de Feira de Santana, promovido pela Rede Cidade Digital (RCD) em parceria com a Prefeitura de Feira de Santana, teve o patrocínio ouro da 1Doc, prata da Wimaxi, bronze do IMAP e JCL Tecnologia, além do apoio do Sebrae-BA, SoftwareData e da União dos Municípios da Bahia (UPB).