Rede Cidade Digital, O que é Cidade Digital? Como funciona uma Cidade Digital? Como implementar Cidades Digitais? Lista das Cidades Digitais, Mapa das Cidades Digitais, Benefícios de uma Cidade Digital, Programa de Cidades Digitais do Governo Federal

Rede Cidade Digital - João Pessoa poderá ter Wi-Fi grátis nos transportes coletivos
João Pessoa poderá ter Wi-Fi grátis nos transportes coletivos

21/05/2018 15:43h

João Pessoa poderá ter Wi-Fi grátis nos transportes coletivos

Internet móvel banda larga sem fio vai ser totalmente gratuita e disponibilizada apenas aos usuários dos transportes coletivos urbanos

A disponibilidade de internet wi-fi em meios de transporte já é realidade em viagens a bordo de ônibus, trens e até aviões. Um Projeto de Lei que tramita na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) quer trazer essa realidade para os transportes coletivos urbanos da Capital. A iniciativa é de autoria da vereadora Raíssa Lacerda e visa a promoção da cidadania e a inclusão digital.

De acordo com o projeto, a internet móvel banda larga sem fio vai ser totalmente gratuita e disponibilizada apenas aos usuários dos transportes coletivos urbanos, podendo ser acessada por dispositivos que se conectem à internet, como celular, smatphones, tablets e notebooks.

Para a autora, apesar da internet estar presente no dia a dia da maioria da população, ainda há pessoas que não possuem acesso em casa ou não têm condições de contratar um pacote de dados. “Dessa forma, acreditamos que, ao disponibilizar internet livre e gratuita, nos transportes coletivos de João Pessoa estamos contribuindo para a promoção da cidadania, facilitando a inclusão digital e popularizando a utilização da rede mundial de computadores”, ressaltou.

Raíssa Lacerda ainda destaca que a conectividade proporcionará aos usuários dos transportes a possibilidade de trabalho, lazer, estudo e comunicação durante o percurso. “Estar cada vez mais conectado é uma tendência mundial e entendemos que essa tecnologia irá otimizar a experiência dos passageiros dentro dos ônibus”, afirmou.

Segundo a iniciativa, a disponibilização da internet será feita de forma gradativa e anual até 2020, quando 100% da frota deverá permitir o acesso a internet. O texto prevê ainda que a fiscalização dos serviços prestados caberá à Superintendência de Mobilidade Urbana (SEMOB). O projeto de lei ainda precisa passar pelas comissões permanentes da Casa para que seja apreciado pelos parlamentares em plenário.

Via: Bastidores da Política PB