Rede Cidade Digital, O que é Cidade Digital? Como funciona uma Cidade Digital? Como implementar Cidades Digitais? Lista das Cidades Digitais, Mapa das Cidades Digitais, Benefícios de uma Cidade Digital, Programa de Cidades Digitais do Governo Federal

Rede Cidade Digital - Sistema permite ao cidadão agendar atendimentos para serviços públicos em prefeituras
Sistema permite ao cidadão agendar atendimentos para serviços públicos em prefeituras

Por Sharlene Sarti em 04/09/2014 11:50h

Sistema permite ao cidadão agendar atendimentos para serviços públicos em prefeituras

Aplicativo foi desenvolvido pelo Centro de Computação Científica e Software Livre (C3SL), grupo de estudos da UFPR

O Agendador é um projeto que integra o Programa
Cidades Digitais do MiniCom e permite às cidades
participantes uma infraestrutura de comunicação, na
imagem o exemplo do Agendador para o município de
Ibiporã.

Um aplicativo desenvolvido pelo Centro de Computação Científica e Software Livre (C3SL), grupo de estudos da UFPR, permite ao cidadão fazer agendamentos de serviços públicos, como consultas médicas, tributárias, entre outros, utilizando um navegador Web. O Agendador é um projeto que integra o Programa Cidades Digitais do Ministério das Comunicações (MiniCom), e permite às cidades participantes uma infraestrutura de comunicação, como instalação de redes de fibra óptica, capacitação de servidores municipais e também prevê o uso de aplicativos nas áreas financeira, saúde, tributária e educação, organizando o atendimento do cidadão pela prefeitura, nestas e em outras áreas.

O Prof. Bruno Muller Junior, pesquisador do C3SL e coordenador do Agendador, afirma que é uma forma de racionalização dos serviços públicos. Atualmente, o sistema só está habilitado e em uso para algumas cidades participantes do Programa. Os requisitos para a aplicação foram, primeiramente, levantados junto ao Minicom, e agora está em fase de levantamento das necessidades junto às prefeituras. Ou seja, ainda em desenvolvimento, o projeto vai se adaptar melhor à realidade das localidades. "A ideia é que as cidades usem e peçam melhorias para atualizações", afirma Júnior.

De acordo com ele, o sistema é desenvolvido utilizando como plataforma o Ruby on Rails. "O Ruby on Rails permite um ciclo de desenvolvimento mais rápido do que outras plataformas, agilizando a implementação e melhorias da aplicação", analisa. "O projeto ainda está em desenvolvimento, buscando sempre o aperfeiçoamento. Posteriormente, haverão pacotes para distribuição para que cada prefeitura interessada possa instalar, aprimorar, caso queira, pois é um software livre e de código aberto, e disponibilizar à população".

O aplicativo pode ser executado em qualquer navegador, preferencialmente aqueles compatíveis com as especificações da W3C. Caso queira conhecer, entre no endereço com o Agendador em sua versão 3.1: https://agendador.c3sl.ufpr.br/demo

Caso queira saber um pouco mais sobre o C3SL, entre no site: http://www.c3sl.ufpr.br/.