Rede Cidade Digital, O que é Cidade Digital? Como funciona uma Cidade Digital? Como implementar Cidades Digitais? Lista das Cidades Digitais, Mapa das Cidades Digitais, Benefícios de uma Cidade Digital, Programa de Cidades Digitais do Governo Federal

Rede Cidade Digital - "Desafio do PNBL é universalizar banda larga", afirma diretor do MiniCom
"Desafio do PNBL é universalizar banda larga", afirma diretor do MiniCom

05/11/2014 10:01h

"Desafio do PNBL é universalizar banda larga", afirma diretor do MiniCom

Com investimentos em fibra óptica, infraestrutura pode chegar a 90% das cidades e até 45% dos domicílios

O diretor de Banda Larga do Ministério das Comunicações, Artur Coimbra, afirmou nesta terça-feira, em audiência pública da Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado, em Brasília, que o próximo desafio do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) é universalizar a banda larga. Para alcançar essa meta, o governo vai buscar investimentos públicos e privados em fibras ópticas nas redes de transporte de dados, que levam capacidade aos municípios, e nas redes de acesso, que vão diretamente ao domicílio do cidadão.

Coimbra explicou que, hoje, a rede de transporte de dados por fibra óptica chega a 47% das cidades do país. A meta é ampliar essa cobertura para 90% dos municípios, até 2018. Clique aqui para ver a apresentação do diretor.

Já no acesso direto pelos usuários, a ideia é aumentar em 4 vezes a oferta do serviço via fibra óptica: "Hoje, são menos de 10% dos domicílios que têm acesso por meio de fibra óptica; o objetivo é chegar a mais de 45% das casas nas cidades brasileiras com acesso por rede de fibra óptica. Tudo isso exige coparticipação do Estado e incentivos efetivos para que aceleremos esse investimento", afirma.

Ilustração

Para fazer uma comparação, as redes de transporte de dados são como as rodovias nacionais e estaduais, que cortam o país e as unidades da federação. Já as redes de acesso podem ser comparadas às ruas e avenidas que passam na porta da casa de cada cidadão.

Metas

Outras metas para a universalização da banda larga no país segundo o diretor também passam pela implantação de cabos submarinos pela Telebras e aumentar a velocidade do Programa Banda Larga nas escolas de 2 megabits por segundo para até 100 megabits por segundo.

Universalização

Para seguir avançando na oferta de um serviço de qualidade ao cidadão, a presidenta Dilma Rousseff já anunciou que lançará em breve o Programa Banda Larga para Todos. O objetivo é universalizar o acesso e aumentar a velocidade média da internet para 25 Mbps, até 2018. O programa prevê uso de recursos públicos para atender, em parceria com empresas, 90% dos municípios brasileiros com fibra óptica e 10% com outras tecnologias (rádio e satélite).

Via MiniCom