Rede Cidade Digital, O que é Cidade Digital? Como funciona uma Cidade Digital? Como implementar Cidades Digitais? Lista das Cidades Digitais, Mapa das Cidades Digitais, Benefícios de uma Cidade Digital, Programa de Cidades Digitais do Governo Federal

Rede Cidade Digital - Joaçaba começa implantação do projeto Cidades Digitais
Joaçaba começa implantação do projeto Cidades Digitais

Por Sharlene Sarti em 28/01/2015 12:19h

Joaçaba começa implantação do projeto Cidades Digitais

Santa Catarina deve receber ao longo do ano eventos com o objetivo de fomentar o surgimento de novas cidades digitais no Estado.

Primeiro município catarinense incluído no programa federal de Cidades Digitais, Joaçaba, localizado a 370 da capital Florianópolis e com cerca de 28 mil habitantes, passará em breve para o seleto grupo de localidades que utilizam a Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para melhorar a conectividade e a prestação dos serviços públicos.

Contemplado em 2012, entre 80 municípios selecionados pelo Ministério das Comunicações para o projeto piloto, o mês de janeiro de 2015 marca o início da implantação efetiva do projeto Cidades Digitais, a começar pelo cabeamento em fibra óptica. Serão 13 quilômetros da infovia utilizada para interligar os prédios públicos.

Agilidade nos serviços e economia aos cofres municipais. Esta é a avaliação do prefeito de Joaçaba, Rafael Laske (foto), em relação aos benefícios de ser uma Cidade Digital, propiciando ainda “o acesso às pessoas que não têm condições de custear um serviço pago”.

Na visão de Laske, o impacto na saúde será um dos pontos mais importantes, já que, a partir do Cidades Digitais, a conexão das unidades viabilizará uma série de outras iniciativas como, por exemplo, o agendamento de consultas online, a disponibilização de resultados pela internet e ainda o uso de prontuários eletrônicos pela equipe médica. “O projeto dará mais agilidade e vai facilitar tudo”, destacou o prefeito, reforçando ainda a sincronização dos dados cadastrais dos usuários do sistema.

A expectativa é que até o final deste ano toda infraestrutura e os demais processos do projeto estejam finalizados. O programa do governo federal inclui a disponibilização de aplicativos de governo eletrônico para as prefeituras nas áreas financeira, tributária, saúde e educação; capacitação de servidores municipais para uso e gestão da rede e oferta de pontos de acesso à internet para uso livre e gratuito em espaços públicos. Em Joaçaba, dois locais para a distribuição do sinal estão definidos: na Praça Adolfo Konder e no novo Terminal Rodoviário. “Será um trabalho a longo prazo e trata-se de um bom exemplo para os demais municípios da região, já que esse é o caminho do futuro”, avaliou o prefeito.

Segundo o diretor da Rede Cidade Digital (RCD), José Marinho, eventos devem ocorrer ao longo do ano no Estado, com o objetivo de levar conhecimento, experiência e dados técnicos às localidades que pretendem investir na promoção da inclusão digital e implantação de política pública municipal de cidade digital, visando o desenvolvimento econômico e social por meio das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). “O número de Cidade Digitais no Paraná, por exemplo, aumenta gradativamente e isso se deve, muitas vezes, ao fomento e promoção de eventos na área pela RCD. As experiências que estão dando certo evita erros e investimentos inadequados ao longo do processo”, ressaltou Marinho.

Levantamento da RCD mostra que pelo menos 53 municípios de Santa Catarina desencadearam iniciativas de inclusão digital. Os números foram extraídos com base na pesquisa Perfil dos Municípios Brasileiros do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e informações de veículos oficiais de comunicação das prefeituras e governos estaduais.

Outras cinco cidades catarinenses foram escolhidas na segunda fase do programa, em 2013, contempladas com fundos do Programa Nacional do Crescimento 2 (PAC 2), em um total de 267 municípios: Araquari, Curitibanos, Guaramirim, São Francisco do Sul e São Joaquim.