Ir para conteúdo

Congresso Gaúcho: Cidades Digitais devem focar nas pessoas para se desenvolver, diz especialista do Sebrae BA em Campo Bom

Prefeitos e gestores participam até esta sexta-feira (23) do encontro estadual de tecnologia

Congresso Gaúcho: Cidades Digitais devem focar...

OUÇA O ÁUDIO

O investimento em tecnologia nas cidades não deve se limitar a softwares e infraestrutura de rede. Para se desenvolver é preciso focar na implantação de soluções pensando nas pessoas, disse a  gerente da Unidade de Ambiente de Negócios do SEBRAE da Bahia, Cecília Miranda, durante o 2º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais, que reúne nesta quinta e sexta-feira (22 e 23 de novembro), em Campo Bom, prefeitos e gestores públicos para tratar de tecnologia na melhoria dos serviços prestados à população. “O digital precisa ajudar os municípios a gerar riqueza e o mais importante: é ser feito para o cidadão. A gente precisa fazer uma reflexão e ver onde estão as pessoas. Se essa tecnologia não chega ao cidadão e não melhora a vida dele, isso não é cidade inteligente”, afirma.

Segundo ela, em meio ao ambiente de conectividade criado pelas cidades digitais, os municípios precisam implantar políticas públicas direcionadas para os pequenos negócios, setor responsável por manter o saldo positivo da geração de empregos no país. “O pequeno negócio tem identidade local e é um investidor do município. Quanto mais simples for, mais as pessoas vão se formalizar. E quando a gente pensa em política pública, pensa pouco no fator humano”, observou ela sobre a necessidade do uso da tecnologia para simplificar processos e reduzir a burocracia. Os dados do Sebrae mostram a dificuldade no país para quem quer empreender. Enquanto na Colômbia, por exemplo, o tempo média para abertura de empresas é de nove dias, no Brasil são necessários 79 dias. 

A coordenadora-geral de Formação, Sistemas e Infraestrutura do Departamento de Inclusão Digital do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Eloá Jane Fernandes Mateus, destaca que uma cidade inteligente precisa disponibilizar serviços que facilitem a vida da população. “Uma cidade inteligente é agradável, segura, eficiente e sustentável”, definiu ela. Eloá trouxe as políticas públicas federais em andamento que podem beneficiar os municípios, entre eles o programa Internet para Todos, que pretende levar internet a baixo custo para comunidades em áreas afastadas dos centros urbanos. Ainda segundo a coordenadora, uma nova etapa do programa de Cidades Inteligentes deve acontecer com o lançamento de um edital, previsto ainda para este ano, visando auxiliar as Prefeituras na implantação de redes de fibra óptica. 

O 2º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais, promovido pela Rede Cidade Digital (RCD) em parceria com a Prefeitura de Campo Bom, segue até esta sexta-feira (23) e tem como objetivo, conforme o diretor da RCD, José Marinho, de promover a interação entre os gestores, contribuindo com o planejamento das cidades. “A tecnologia deve ser vista como investimento e não como custo, sendo estratégica e determinante para impulsionar o desenvolvimento socioeconômico”. 

Para o prefeito de Campo Bom, Luciano Orsi, o encontro facilita o acesso às novas tecnologias. Entre as inovações do município está o Conecta Campo Bom, aplicativo criado para receber as demandas da população. “É uma preocupação da nossa gestão (investir em tecnologia) e muito importante ter o retorno de algumas proposições que venham fazer a diferença na vida do cidadão”, frisa Orsi. 

O 2º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais tem o patrocínio master da Inovadora Sistemas e Infisc Inteligência Artificial; ouro da 1Doc e Fleeter App; prata do Fala Cidadão, Nettcom Tecnologia, Inova Telecom, PlayTable/TAW e Seger System, bronze da InternetSul, além do apoio institucional da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (FAMURS) e das Associações de Municípios AMAU, AMESNE, AMVRS, AMZOP, AMUCELEIRO e AMUCSER.

Serviço 

2º Congresso Gaúcho de Cidades Digitais

22 e 23 de novembro, em Campo Bom

Início: 8h30

Local: Complexo Cultural CEI, em Campo Bom. Endereço: Av. dos Estados, 1080 – Centro.

Inscrições gratuitas para servidores públicos

http://congressors.redecidadedigital.com.br/

Informações pelo congresso@redecidadedigital.com.br ou pelo (41)3015-6812

Autor: Sharlene Sarti

COMPARTILHE

Rede Cidade Digital

Rua Marechal Deodoro 252 - Centro

CEP: 80.010-010

Telefone: (41)3015-6812

caracteres restantes