Ir para conteúdo

Modernização dos municípios do Oeste Paranaense é tema de encontro em Pato Bragado

Além de trazer soluções e informações, Fórum de Cidades Digitais homenageia Projetos Inovadores da região

oi

OUÇA O ÁUDIO

Formas de utilizar a tecnologia para maior eficiência dos serviços prestados nos municípios do Oeste Paranaense foram tratadas nesta quinta-feira (9) em Pato Bragado, durante o Fórum de Cidades Digitais da região, promovido pela Rede Cidade Digital (RCD) e parceria com a Prefeitura de Pato Bragado. Prefeitos, gestores e vereadores de 30 municípios participaram do encontro que trouxe informações e soluções às Prefeituras interessadas na adoção das Tecnologias da Informação e Comunicação no processo de desenvolvimento das localidades. 

Ferramentas para monitoramento, aumento de arrecadação e comunicação com a população foram algumas das iniciativas em pauta no evento realizado no Parque de Exposições Bragadense. Com pouco mais de seis mil habitantes, Pato Bragado mostra que a tecnologia também está ao alcance das pequenas localidades. 

Dois projetos mais recentes implantados são exemplos de como a tecnologia pode melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. A troca de 100% na iluminação pública por lâmpadas LED trouxe mais claridade e economia ao município, segundo o prefeito Leomar Rohden.

Mano, como é mais conhecido, também destaca as aulas de robótica nas escolas municipais como uma das principais inovações para preparar os alunos para as profissões do futuro. “Mesmo um município pequeno é necessário que tenhamos uma visão para frente. Vivemos uma outra era, tanto quanto o agricultor teve que adequar, se modernizar, não é diferente na cidade. As empresas e órgãos públicos precisam se aperfeiçoar, buscando essa tecnologia e fazendo com que o poder público ofereça a oportunidade para o seu cidadão para que ele possa contribuir com a melhoria na qualidade de vida dele e da sua família no futuro”, afirma o prefeito. 

O Laboratório de Robótica foi uma das iniciativas reconhecidas pela Rede Cidade Digital como Projeto Inovador do Oeste do Paraná. Além de Pato Bragado, receberam o título os municípios de Assis Chateaubriand, Cascavel, Guaíra, Marechal Cândido Rondon, Missal, Nova Aurora, Pato Bragado, Santa Helena, São Miguel do Iguaçu e Toledo. A gerente de Projetos da RCD, Priscila Bortolozzo Ludke, explica que a seleção foi feita com base nas publicações oficiais das Prefeituras. “O objetivo é enaltecer boas iniciativas, valorizando as propostas que estão melhorando a qualidade dos serviços prestados nessas cidades”. 

De acordo com o prefeito de Marechal Cândido Rondon, Marcio Rauber, a plataforma VcMCR tem facilitado a interação com a população e fornecedores. “Ela evita a morosidade do contato do gestor com o prestador de serviço. O cidadão passa a se conectar diretamente também. Então de fato é uma solução inteligente e eficiente que é o mais importante. Outras soluções tecnológicas estão sendo trabalhadas no município. A plataforma de georreferenciamento é mais uma que está sendo desenvolvida por servidores públicos. Existem outros projetos que queremos implantar como o laboratório de robótica também e a desburocratização dos processos públicos da administração está sendo desenvolvida”, comenta. “Não se vive hoje sem as soluções inteligentes. Nós gestores todos passamos por isso. Aqueles que tem mais ou menos resistência terão que passar por isso porque esse é o caminho da solução dos problemas no futuro”, completa o prefeito. 

Paraná Digital – O coordenador de Ensino Superior da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elisandro Pires Frigo, enalteceu o interesse das Prefeituras nas cidades digitais e inteligentes, proposta alinhada com a meta do Governo em tornar o Paraná o Estado mais inovador do país. “Os serviços são melhores prestados, a indústria se desenvolve. Se a inovação vem a serviço desse processo a economia melhora e consequentemente o desenvolvimento regional e a qualidade de vida. Estamos em uma das regiões mais desenvolvidas do Estado e ainda estamos buscando mais. Isso é o diferencial do Oeste”, disse Frigo, acrescentando que a Lei de Inovação do Estado é outra ação que pode impulsionar o crescimento socioeconômico do Paraná. ]

A Lei passa por uma reformulação e deve ser colocada em consulta pública na próxima semana para o recebimento de contribuições da sociedade, de acordo com Friso. “É uma Lei extremamente moderna, adaptada ao Marco Legal. Essa relação do serviço público com privado se dá de uma forma mais ágil. Acho que é isso que temos tentar cada vez mais fazer, com que a população de uma forma geral estreite essa relação”.

O IV Fórum de Cidades Digitais do Oeste Paranaense teve o apoio da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (AMOP), Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu e Associação Brasileira de Empresas de Soluções de Telecomunicações e Informática (ABEPREST), patrocínio ouro da CTMGEO, GOVBR, 1DOC, InnovaCity, Softplan, MoniCloud e DRZ Geotecnologia e Consultoria; prata da VIPNET Telecom e bronze da E.TECH BRASIL, apoio estratégico da Work Sistemas e Hotel Fritzen.
 

Projetos Inovadores - Oeste Paranaense
 

MUNICÍPIO    -  PROJETO

Assis Chateaubriand - Informatização da Gestão Pública

Cascavel - Alvará Fácil Online

Guaíra - Sala do Empreendedor Digital

Marechal Cândido Rondon - Aplicativo VcMCR

Missal - Projeto de Informática

Nova Aurora - Aurora Digital

Pato Bragado - Laboratório de Robótica

Santa Helena - Tecnologia implantada na Administração e Educação Pública

São Miguel do Iguaçu - Novo portal da Prefeitura

Toledo - App Estacione Legal

Autor: Sharlene Sarti
Fonte: Rede Cidade Digital

COMPARTILHE

Rede Cidade Digital

Rua Marechal Deodoro 252 - Centro

CEP: 80.010-010

Telefone: (41)3015-6812

caracteres restantes