Ir para conteúdo

5G: número de cidades em SP que atualizaram a "Lei de Antenas" cresce 300%

Mobilização feita pela InvestSP para os municípios receberem o novo sinal fez número subir de 61, no ano passado, para 243

Minha operadora 5G

OUÇA O ÁUDIO

O total de cidades paulistas com “lei de antenas” atualizada para receber a internet 5G cresceu 300% em 2023. Dados da InvestSP, agência de promoção de investimentos vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo (SDE), indicam que o número pulou de 61, no fim do ano passado, para 243.

Acesse: Minuta de Projeto de Lei Municipal

A atualização das leis das antenas, que são municipais, é fundamental para que as operadoras de telecomunicações saibam onde os novos equipamentos podem ser instalados e invistam na infraestrutura do 5G. Ao invés de grandes torres de transmissão, a tecnologia, que oferece uma navegação até 100 vezes mais rápida, exige pequenas antenas, posicionadas mais perto umas das outras e instaladas nos mais variados espaços, como semáforos e fachadas de imóveis.

O bom resultado de São Paulo, reconhecido e premiado pela Conexis Brasil Digital, entidade que reúne as empresas do setor, é consequência do TecnoCidades, programa lançado pelo Governo do Estado neste ano focado em acelerar a chegada do 5G e incentivar a adoção de soluções inovadoras pelos municípios.

A SDE e a InvestSP têm feito uma mobilização com gestores locais de todas as regiões paulistas para levar informação e orientar prefeituras e câmaras municipais no processo de atualização das leis. Com isso, 148 cidades no Estado (23% do total) ou já contam com 5G ou estão em processo de instalação e licenciamento das antenas.

“A chegada do 5G representa muito mais que uma navegação mais rápida para o usuário de internet. O aumento da conectividade terá impacto direto na atração de novas empresas para São Paulo, com crescimento econômico e geração de emprego e renda”, diz o diretor de Projetos e Inovação da InvestSP, Thiago Camargo.

“Sem falar no impacto na gestão pública e na qualidade de vida do cidadão, com telemedicina, prontuário eletrônico, sistemas de vigilância integrados, semáforos inteligentes e vários outros recursos que podem revolucionar áreas como saúde, segurança, mobilidade e educação”, completa.

Em um segundo momento, com as cidades conectadas, o TecnoCidades deve mapear as principais demandas dos municípios e buscar soluções inteligentes e inovadoras mais adequadas. Além de acompanhar a implantação dessas soluções, com suporte técnico, e estabelecer parcerias com entidades nacionais e internacionais, a fim de ampliar o programa e promover a troca de experiências entre os municípios.

Troca gratuita das antenas parabólicas tradicionais pelas digitais

Ainda dentro do TecnoCidades, a SDE e a InvestSP também têm feito uma mobilização pela troca das antenas parabólicas de TV tradicionais pelas digitais. Isso porque o sinal dos equipamentos antigos pode sofrer interferências, com a chegada do 5G, e será desativado no fim de 2024. A ideia é incentivar e apoiar as prefeituras na realização de campanhas em espaços públicos para informar o cidadão sobre a necessidade da troca das antenas, que pode ser feita gratuitamente.

Para ter acesso à antena digital sem custos, a pessoa ou família precisa: ser beneficiária de algum programa social do Governo Federal e registrada no Cadastro Único; e possuir uma parabólica convencional com sinal ativo.

Os novos equipamentos são oferecidos pela Siga Antenado, organização sem fins lucrativos criada – por determinação da Anatel – pelas operadoras que ganharam a concessão do 5G, para acelerar o processo de troca das parabólicas. As regras para ter acesso ao equipamento e o passo a passo para fazer o pedido podem ser consultados no site do Siga Antenado. (https://sigaantenado.com.br/)

 

Foto: Minha Operadora

Autor: Secretaria de Comunicação do Estado de São Paulo
Fonte: Governo do Estado de São Paulo

COMPARTILHE

Rede Cidade Digital

Rua Marechal Deodoro 503 - Centro

CEP: 80.020-320

Telefone: (41)3015-6812

caracteres restantes