Ir para conteúdo

GDF e Justiça Federal lançam chamada para criação de Núcleo de Inteligência

O edital conta com orçamento de R$ 3 milhões, e as inscrições estão abertas até 1º de julho

ideia inteligência

OUÇA O ÁUDIO

A Fundação de Apoio à Pesquisa (FAP-DF), o Parque Tecnológico de Brasília (BioTtic) e a Justiça Federal do Distrito Federal se uniram para lançar a chamada pública que vai selecionar projetos de pesquisa para a construção de uma plataforma de inteligência artificial. A chamada integra o Programa Desafio DF, iniciativa da FAP-DF que busca soluções, por meio de projetos de pesquisa e de ciência, tecnologia e inovação, para atender às principais demandas dos órgãos e instituições do DF.

A seleção vai estimular a pesquisa e o desenvolvimento de soluções de IA em busca de metodologias inovadoras que possam contribuir para a prestação jurisdicional conferindo mais segurança, celeridade e eficiência. O edital conta com orçamento de R$ 3 milhões, e as inscrições estão abertas até 1º de julho.

Essas foram as razões que levaram a Seção Judiciária do Distrito Federal (SJDF) a buscar apoio do Governo do Distrito Federal (GDF). “O núcleo de inteligência artificial tem um potencial de aplicação praticamente infinito no mundo jurídico, já que infinitas são as interações humanas. Nossa expectativa imediata é focada na triagem, reunião e soluções uniformes para demandas repetitivas e estruturais, muito comuns na Justiça Federal, notadamente no Distrito Federal. Em última análise, [vamos] oferecer soluções justas e igualitárias e elevar a segurança jurídica”, afirma o juiz federal titular da 4ª Vara Federal do DF, Itagiba Catta Preta Neto, representante da Seccional no projeto de IA.

O diretor-presidente da BioTic, Gustavo Dias Henrique, destaca que, para além de soluções para o Poder Judiciário, a iniciativa vai contribuir para o desenvolvimento de Brasília: “O Núcleo de Inteligência Artificial tem como objetivo estimular a pesquisa e o desenvolvimento de soluções de IA, contribuindo para ações de melhoria de processos no Poder Judiciário, permitindo mais eficiência e velocidade nas análises processuais, impactando diretamente a agilidade dos serviços prestados à sociedade. Essa iniciativa visa contribuir para a dinamização e fortalecimento do ecossistema de inovação do Distrito Federal, avançando cada vez mais com a transformação digital da capital federal”.

Para a FAP-DF, participar do projeto do núcleo de IA voltado para o Judiciário é uma forma de qualificar os recursos investidos pela fundação em ciência, tecnologia e inovação, contribuir para o aprimoramento da prestação de serviços à sociedade e dar mais um passo na transformação de Brasília em uma cidade inteligente.

“Esses são objetivos claros do GDF, e nós temos trabalhado e buscado parcerias para desenvolver e apoiar projetos e ações que contribuam, de forma efetiva, para o alcance dessas metas. Nossa missão é trabalhar pela produção de conhecimento e pela geração de oportunidades, além de buscar o desenvolvimento do nosso ecossistema de CT&I e a concretização de ideias inovadoras que possam contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população do DF”, ressalta o diretor-presidente da FAP-DF, Marco Antônio Costa Júnior.

Foto Divulgação


Fonte: Jornal de Brasília. Com informações da Agência Bra

COMPARTILHE

Rede Cidade Digital

Rua Marechal Deodoro 252 - Centro

CEP: 80.010-010

Telefone: (41)3015-6812

caracteres restantes